ANTROPOLOGIA VISUAL

José da Silva Ribeiro (Coord.); ;

Universidade Aberta

1

2016

pt

9789726747857

iLEIO (browser para PCs e APP gratuita para sistema Android)

O livro propõe uma abordagem da antropologia visual a partir dos percursos e itinerários de pesquisa realizada no CEMRI – Laboratório de Antropologia Visual /Media e mediações culturais e da colaboração e da cooperação institucional de autores de outros núcleos de pesquisa. Propõe-se a teoria a prática da antropologia visual e aproximar a pesquisa do ensino e da extensão universitária no âmbito da antropologia visual, do filme etnográficos e das narrativas digitais.
CAPÍTULO I. ANTROPOLOGIA, ANTROPOLOGIA VISUAL, ANTROPOLOGIA DIGITAL
Investigação e ensino online em antropologia, antropologia visual, antropologia digital |José da Silva Ribeiro, Universidade Aberta
Antropologia da imagem no Brasil: experiências fundacionais para a construção de uma comunidade interpretativa | Ana Luiza Carvalho da Rocha e Cornelia Eckert, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
CAPÍTULO II. OBJECTO E ÂMBITO DA ANTROPOLOGIA VISUAL
Antropologia Visual, práticas antigas e novas perspetivas de investigação | José da Silva Ribeiro, Universidade Aberta
Memória psicossocial de uma comunidade de pescadores no Nordeste brasileiro: estudo a partir de inventário fotográfico | Adélia Augusta Souto de Oliveira e Maria Natália Matias Rodrigues , Universidade Federal de Alagoas
Ética, investigação e trabalho de campo em Antropologia e na produção audiovisual, José da Silva Ribeiro | Universidade Aberta
CAPÍTULO III. DO FILME ETNOGRÁFICO À ANTROPOLOGIA VISUAL
Filmar em Etnologia | Marc Henry Piault, EHESS, Comité du Film Ethnographique.
Jean Rouch - Filme Etnográfico e Antropologia Visual Jean Rouch | José da Silva Ribeiro, Universidade Aberta
Filme Etnográfico - O exótico, o diferente, e o respeito ao Outro | Renato Athias (LAV/UFPE) Universidade Federal de Pernambuco
Pesquisa Colaborativa: contributo a partir de um trabalho com imigrantes na cidade de Coimbra | Elsa Lechner, Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra
Antropologia visual compartilhada e seus limites. Reflexões e práticas | Gabriel O. Alvarez, Universidade Federal de Goiás 
CAPÍTULO IV. ANTROPOLOGIA VISUAL E HIPERMÉDIA
Construção e Mediação dos saberes antropológicos | José da Silva Ribeiro, Universidade Aberta
Hipermídia e Antropologia Visual | Sérgio Bairon, Universidade de S. Paulo
Dispositivo hipermediático de leitura e análise de filmes em imagens e sonoridades das migrações | José da Silva Ribeiro, Universidade Aberta
CAPÍTULO V. CULTURA VISUAL E SONORA. CULTURA DIGITAL
As Palavras e as Imagens na Investigação em Antropologia, práticas iniciáticas e novos desafios | José da Silva Ribeiro, Universidade Aberta
A voz autoral e a constituição do campo sonoro nos filmes etnográficos |, João Martinho de Mendonça, Universidade Federal da Paraíba
Música e Sonoridades na Investigação em Antropologia | José da Silva Ribeiro, Universidade Aberta
CAPÍTULO VI. ANTROPOLOGIA, MEDIA E MEDIAÇÕES CULTURAIS
Antropologia e Cinema: história paralela e novos desafios | José da Silva Ribeiro, Universidade Aberta.
A Metrópole Ciborgue e as Alusões à Arquitetura Orgânica na Conceção do Filme Blade Runner de Ridley Scott | Elma Albuquerque Leite e Walter Matias Lima, Universidade Federal de Alagoas
Antropologia Visual na Etnografia Virtual | Paula Justiça, CEMRI – Antropologia Visual
Jogar a realidade: jogos, tecnologias de representação e narrativas espaciais | Casimiro Pinto, CEMRI – Antropologia Visual
Cultura digital e O Programa Um Computador por Aluno: percepções da inclusão digital através de imagens | Ana Beatriz Gomes Carvalho e Thelma Panerai Alves, Universidade Federal de Pernambuco
Antropologia e Comunicação: o que a antropologia visual tem a dizer à comunicação? | José da Silva Ribeiro, Universidade Aberta
Este título pertence ao(s) assunto(s) indicados(s). Para ver outros títulos clique no assunto desejado. Antropologia
Licença Impressão
Acesso Perpétuo 47 paginas a cada 30 dias

Leitura online: um utilizador por sessão (sem simultaneidade)
Leitura offline (com a APP): máximo de 2 dispositivos em simultâneo